Compaixão em Enfermagem

Compaixão em Enfermagem

Conceito de compaixão na enfermagem

Ao contrário do que acontece em outros países, nos quais se apresenta explicitamente como um valor na prestação de cuidados de saúde, em Portugal muito pouco se tem pensado sobre o conceito de compaixão. É, pois, urgente tentar compreender o conceito de compaixão subjacente à prática profissional dos enfermeiros portugueses.
Este estudo permitirá, assim, consensualizar uma definição conceitual de compaixão, no contexto da enfermagem portuguesa, do ponto de vista dos próprios enfermeiros, tendo por base o método de análise conceptual de Walker e Avant.

Unidade de acolhimento
Objetivos

Definir o conceito de compaixão na enfermagem, subjacente à prática profissional do enfermeiro português.

Contribuir para a humanização da assistência de enfermagem e para o desenvolvimento profissional dos enfermeiros.

Parceiros

O projeto desenvolve-se em rede, com os seguintes parceiros:

Equipa de investigação

Ana Paula França

Investigadora responsável

Margarida Alvarenga

IPO