Ano internacional da enfermagem: dos 200 anos de Florence Nightingale à pandemia por COVID-19
Estudo teórico-reflexivo sobre o 200º aniversário do nascimento de Florence Nightingale e a pandemia pela COVID-19
data

O ano 2020 é, sem dúvida, o ano dos profissionais de enfermagem que, na linha da frente, têm dado uma contribuição vital para combater a COVID-19. E a verdade é que, perante essa calamidade, os profissionais de enfermagem têm mostrado ao mundo o que fazem, dando evidência aos governos de que as suas repetidas reivindicações eram e são, mais que justas.

O artigo “International Year of Nursing: From Florence Nightingale’s 200th Birthday to the Covid-19 Pandemic”, publicado pela docente da Escola Superior de Enfermagem do Porto, Olga Ribeiro, em coautoria com Cintia Silva Fassarella, Letícia de Lima Trindade, Aline Affonso Luna e João Miguel Almeida Ventura da Silva, na Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mineiro, pretende refletir sobre o 200º aniversário do nascimento de Florence Nightingale e a pandemia pela COVID-19, no Ano Internacional da Enfermagem.

Este é um estudo teórico-reflexivo, elaborado em abril de 2020, a partir da literatura e da experiência dos autores. Com relação à Florence Nightingale e às suas contribuições, além do recurso a fontes primárias, foram consideradas as análises realizadas por diversos autores aos seus escritos, e que se encontram publicadas em livros e artigos científicos. Quanto à aclamação de 2020 como o Ano Internacional da Enfermagem, o enfoque centrou-se no comunicado da WHO, bem como nos documentos publicados pelo ICN. No que concerne à pandemia por COVID-19, foram consultados artigos científicos, bem como os documentos publicados pela WHO e pelo ICN, que também esclarecem as condições em que trabalham atualmente os profissionais de enfermagem em todo o mundo.

Mais
artigos