Matheus Sousa, um dos estudante internacional da ESEP
Com apenas 20 anos, Matheus Sousa abandonou o seu país de origem para rumar até Portugal e seguir um sonho de criança: ser enfermeiro.
data

Vindo do Brasil, Matheus Sousa, estudante internacional na Escola Superior de Enfermagem do Porto, sempre teve como objetivo estudar em Portugal e ser enfermeiro no Hospital de São João, no Porto. Movido pela vontade e desejo, deixou “tudo para trás” e rumou à invicta há cerca de um ano e sete meses.

Embora o sonho de ser enfermeiro tenha sido constante na sua vida, o estudante teve experiências noutras universidades até encontrar o seu lugar na ESEP. “Até então tinha passado por Enfermagem no Brasil e Fisiologia Clínica na Escola Superior de Saúde do Porto, não me arrependo de ter trocado de universidades até encontrar a certa”, conta.

Para se candidatar ao concurso de Estudante Internacional, Matheus optou por utilizar o Exame Nacional realizado no Brasil como prova para a entrada, uma vez que “já o tinha validado para entrar na primeira faculdade em Portugal”. Para além deste documento, precisou também de fornecer o seu histórico escolar.

O estudante acabou por ser selecionado neste concurso e frequenta, agora, o primeiro ano do Curso de Licenciatura em Enfermagem. Matheus Sousa gosta de, com isto, “ter iniciado algo”, tornando-se “um dos pioneiros” na Escola Superior de Enfermagem do Porto. Orgulha-se também de ter “plantado uma semente na mente do pessoal” da sua cidade de que é possível vir para Portugal.

Mesmo tendo entrado na faculdade que pretendia, o estudante confessa que o processo de adaptação “é algo bem difícil”, porque para além de estudar, também trabalha. Contudo, acredita que a experiência que está a adquirir é imensa e que aguarda, ansiosamente, pelo dia em que estará a trabalhar num hospital.

Resposta aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
4ODS
10ODS
Mais
artigos