Artigo revela importância da enfermagem na promoção do autocuidado num candidato à ostomia intestinal de eliminação
Equipa de investigação da ESEP e da Universidade Católica Portuguesa publicam artigo que realça a importância das intervenções de enfermagem na promoção do autocuidado em candidatos a ostomia intestinal de eliminação.
data

Anualmente, cerca de um milhão de pessoas são submetidas a uma ostomia intestinal de eliminação. Espera-se que este número venha a aumentar, uma vez que a maioria dos candidatos propostos padecem, também, de cancro colorretal, o terceiro tipo de cancro mais comum em todo o mundo.

Neste contexto, docentes da ESEP e investigadores do CINTESIS desenharam uma scoping review em que analisam as intervenções de enfermagem para a promoção do autocuidado em candidatos a ostomia intestinal de eliminação.

O artigo da autoria de Igor Soares-Pinto, Sílvia Queirós, Paulo Alves, Tânia Carvalho, Célia Santos e Maria Alice Brito, destaca a importância da transmissão da informação correta no tempo certo, por parte dos enfermeiros, para a redução das preocupações expressas pelos candidatos.

De acordo com o artigo agora publicado, os enfermeiros desempenham um papel fundamental na partilha de informação ao paciente, sendo que os profissionais de saúde são responsáveis pelo reconhecimento e resposta às necessidades educativas de cada pessoa.

Realça, ainda, que a promoção do autocuidado num candidato a ostomia intestinal de eliminação é mais efetiva com a intervenção do enfermeiro, devendo acompanha-lo desde o pré-operatório até ao pós-operatório. Destaca, por fim, que a promoção do autocuidado é crucial para os candidatos em recuperação de uma ostomia intestinal de eliminação.

Este estudo secundário, de revisão, foi publicado na revista “Aquichan” tendo encontrado 2.248 artigos e analisado 41, resultado de uma parceria entre a Escola Superior de Enfermagem do Porto e a Universidade Católica Portuguesa.

Afiliação dos autores
Igor Soares-Pinto é afiliado à Universidade Católica Portuguesa e à Escola Superior de Enfermagem do Porto, Portugal.
Sílvia Queirós é afiliada à Universidade Católica Portuguesa, Portugal.
Paulo Alves é afiliado à Universidade Católica Portuguesa, Portugal.
Tânia Carvalho é afiliada à Universidade Católica Portuguesa, Portugal.
Célia Santos é afiliada à Escola Superior de Enfermagem do Porto e ao CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, Portugal.
Alice Brito é afiliada à Escola Superior de Enfermagem do Porto e à UNIESEP – Portugal.
Referência do artigo
Soares-Pinto, I., Moreira Queirós, S. M. ., Pereira Alves, P. J. ., Sousa Carvalho, T. M., Vilaça de Brito Santos, C. S. ., & Correia de Brito, M. A. . (2022). Intervenções de enfermagem para promover o autocuidado num candidato à estomia intestinal de eliminaçãoAquichan22(1), e2212. https://doi.org/10.5294/aqui.2022.22.1.2
Resposta aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
3ODS

Mais
artigos

Podcast
“120 de Ciência”, o novo podcast da ESEP

O podcast intitulado “120 de Ciência” dedica-se à exploração dos estudos científicos da comunidade da ESEP. O primeiro episódio já está disponível. Em apenas 2 minutos, é apresentado o artigo publicado, em coautoria, por Margarida Reis Santos, docente da Escola Superior de Enfermagem do Porto.

Ler mais »