Estudo analisa a utilização de jogos em pacientes submetidos a artroplastia da anca
Este estudo resulta de uma primeira fase de um dos sub-projetos “NursingGame SelfCare – Promover o autocuidado da pessoa com estratégias lúdicas” em que se pretende mapear e caracterizar os jogos utilizados para a pessoa submetida a artoplastia da anca.
data

No âmbito do projeto NursingGames, que pretende capacitar os profissionais, pessoas e familiares cuidadores com estratégias lúdicas que podem ser utilizados para fins diversos, nomeadamente, no ensino, na educação para a saúde, na promoção da saúde e gestão da doença em diferentes populações e contextos, docentes da ESEP realizaram uma scoping review resultante da primeira fase de implementação do projeto.

O artigo “The Use of Gamification in Patients Undergoing Hip Arthroplasty: Scoping Review”, publicado no Games for Health Journal, pelas docentes da Escola Superior de Enfermagem do Porto Carla Fernandes e Célia Santos, em coautoria com os investigadores Bruno Magalhães[1], Filipe Gonçalves[2] e Paula Cristina Nogueira[3] resulta de uma primeira fase de um dos sub-projetos “NursingGame SelfCare – Promover o autocuidado da pessoa com estratégias lúdicas” em que se pretendia mapear e caracterizar os jogos utilizados para a pessoa submetida a artoplastia da anca, através de um estudo de revisão do tipo scoping.

Foram incluídos 7 estudos de um total de 968 artigos identificados. Sobre os resultados deste percurso, realça-se que a utilização de jogos a este nível ainda é escassa, os domínios dos jogos em análise incidem, essencialmente, sobre aspetos da reabilitação, ou a eles relacionados e na sua maioria exergames*. Por outro lado, os instrumentos, características e procedimentos utilizados, na avaliação dos jogos analisados revelam pouca profundidade e grande variabilidade.

Os autores concluíram que os resultados dos estudos analisados ficam aquém das potencialidades da utilização de jogos para as necessidades de autogestão destes doentes, nomeadamente para promover o seu envolvimento nos cuidados. 

Consequentemente, através destes resultados sugere-se o desenvolvimento de outro tipo de jogos com enfoque no acompanhamento, aconselhamento e apoio social, para capacitação para a autogestão da pessoa submetida a artroplastia da anca, sendo essa a próxima etapa do projeto.

[1] Escola Superior de Saúde de Santa Maria

[2] Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica

[3] Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo

* Jogos Sérios para Promover o Exercício Físico.

Mais
artigos