Escala de Avaliação dos Ambientes da Prática Profissional de Enfermagem
Estudo metodológico que pretende construir e validar o conteúdo da Escala de Avaliação dos Ambientes da Prática Profissional de Enfermagem.
data

O ambiente de trabalho e os enfermeiros desempenham um papel essencial na segurança do paciente, bem como na qualidade da assistência prestada. Estudos recentes demonstram que existem fatores preditivos comuns para a segurança do paciente, entre os quais satisfação de trabalho e restrições organizacionais.

O relatório apresentado pela Organização Mundial de Saúde sobre a situação da enfermagem no mundo relembra a necessidade de vários países fornecerem um ambiente favorável à prática de enfermagem, a fim de atrair, reter e motivar os enfermeiros, cuja profissão é verdadeiramente insubstituível para a saúde global das populações.

O artigo “Scale of Evaluation of the Environments of Professional Nursing Practice: Construction and Content Validation”, publicado na Revista Baiana de Enfermagem pelas docentes da Escola Superior de Enfermagem do Porto Olga Ribeiro e Maria Manuela Martins em coautoria com investigadores Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto, da Universidade do Estado de Santa Catarina no Brasil e da Universidade Fernando Pessoa, pretende construir e validar o conteúdo da Escala de Avaliação dos Ambientes da Prática Profissional de Enfermagem através de um estudo metodológico.

Embora no contexto internacional existam instrumentos para avaliar os ambientes da prática, o desafio recai atualmente na necessidade de existirem instrumentos ajustados não só aos ambientes de trabalho contemporâneos, mas também ao desenvolvimento da Enfermagem e às particularidades do exercício profissional em diversos países.

Neste contexto, no âmbito de um percurso que tem sido realizado para a construção e validação de um instrumento ajustado à realidade Portuguesa, este estudo evidenciou-se importante, na medida em que permitiu proceder à validação de conteúdo da Escala de Avaliação dos Ambientes da Prática Profissional de Enfermagem (EAAPPE).

A construção, e posterior validação dos itens pelos peritos, foi uma etapa fundamental, dando segurança à continuidade dos procedimentos psicométricos. De facto, ainda que a EAAPPE apresente adequada validade de conteúdo, importa salientar que este estudo corresponde a uma das primeiras fases da construção de instrumentos, fazendo-se necessária a sua aplicação à população alvo, com posterior realização de procedimentos psicométricos, o que já se encontra em andamento em estudo multicêntrico.

Sustentada no referencial teórico de Donabedian, no futuro, a utilização da EAAPPE permitirá avaliar os componentes estrutura, processo e resultado dos ambientes da prática profissional de enfermagem, configurando-se como uma ferramenta útil à definição de estratégias que garantam ambientes favoráveis à qualidade dos cuidados de enfermagem.

Mais
artigos