120 de Ciência: condições de trabalho constituem fator limitador da promoção da capacidade física dos idosos

Published by Ana Beatriz Matos on

O estudo que conta com a participação de Manuela Martins, docente jubilada da Escola Superior de Enfermagem do Porto, concluiu que as condições de trabalho, como a falta de tempo e os sistemas de informação, constituem o fator limitador da promoção da capacidade física dos idosos, no âmbito da autonomia. 

O artigo intitulado “Focos e intervenções de Enfermagem promotoras da autonomia dos idosos” procurou descrever o significado atribuído às vivências da experiência clínica dos enfermeiros especialistas na implementação de focos do cuidado de enfermagem e respetivas intervenções promotoras da autonomia dos idosos.

Foi, assim, realizado um estudo qualitativo com base no método de Giorgi. Foram entrevistados 18 enfermeiros especialistas, recrutados por conveniência em dois hospitais da região a norte de Portugal, entre março e dezembro de 2018.

O estudo publicado na Revista Gaúcha de Enfermagem, revelou que na experiência clínica dos enfermeiros especialistas, quanto ao processo de enfermagem, emergiram três temas: focos do cuidado de enfermagem; implementação de intervenções de enfermagem e fatores dificultadores.

Deste modo, concluiu-se que os enfermeiros especialistas, na sua maioria em reabilitação, promovem essencialmente a capacidade física dos idosos, no âmbito da autonomia, revelando que as condições de trabalho, como a falta de tempo e os sistemas de informação, constituem o fator limitador da sua promoção.

Resposta aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
3ODS
8ODS

0 Comments

Deixe uma resposta

Avatar placeholder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *